9 passos para criar um E-book que vende

Se você busca ganhar dinheiro como empreendedor digital, criar um E-book que vende pode ser uma ótima opção para começar a sua carreira produzindo infoprodutos capazes de trazer a rentabilidade que você deseja quando decide trabalhar pela internet.

Criar um e-book que vende

Criar um e-book que vende pode ser uma excelente opção a partir do momento que você decide investir em infoprodutos.

E neste artigo, vamos mostrar de forma resumida e em formato de passo a passo, tudo o que você precisa saber e fazer para criar um E-book matador, que seja um dos responsáveis por lhe proporcionar a tão sonhada independência financeira.

Passo 1: Definindo o tema central

Assim que você tem a ideia de criar um E-book que vende, é fundamental e indispensável que você tenha muito bem definido o tema básico que deverá ser abordado em seu livro digital.

Preferencialmente, você deverá escrever sobre algum conteúdo que já domine, fazendo com que todo o processo fique muito mais fácil.

Assim que você define o tema básico, já pode começar a pensar em algum título que seja realmente atrativo e matador para o seu E-book.

A velha máxima “quem vê cara não vê coração”, pode ser facilmente aplicável ao mercado de infoprodutos como “quem vê capa não vê conteúdo”.

Portanto, dedique bastante tempo para conseguir definir qual será o título do seu E-book, como ele será exibido na capa, e tenha a certeza de que tudo nele seja instigante e vendedor.

Passo 2: Aprofundando os seus conhecimentos

Ainda que você domine absolutamente algum conteúdo, antes de criar um E-book que vende é indicado que você faça uma pesquisa para se aprofundar nos assuntos a serem tratados.

Criar um e-book que vende

Com toda informações na mão sobre os conteúdos relacionados, criar um e-book que vende pode ser muito mais fácil do que você imagina.

Neste momento, vale tudo: realize as mais diversas formas de pesquisa, não apenas na internet, mas também em meios impressos, para ter a certeza de que você vai oferecer textos e imagens que realmente podem fazer a diferença na vida daqueles que optarem por comprar o seu infoproduto.

Passo 3: Criar um E-book que vende é encontrar os seus públicos

Mesmo antes de produzir o seu e-book, visando ter certeza que ele realmente é vendável, aconselha-se que você encontre os públicos que realmente podem vir a se interessar pelo conteúdo que você está disposto a oferecer.

Todos que trabalham com infoprodutos, reconhecem que a internet funciona por nichos de assuntos e conteúdos relacionados a determinados públicos.

Ou seja, para criar um E-book que vende, é fundamental que você consiga descobrir quais são os públicos de interesse do seu E-book, quais são os nichos que você deve se comunicar na tentativa de vender o seu infoproduto.

Criar um e-book que vende

Encontrar o seu nicho de atuação na internet, vai ser fundamental para você criar um e-book que vende.

Para isso, você pode realizar as mais diversas formas de pesquisas, que vão variar de acordo com o tema abordado no seu E-book, sendo recomendável acessar às redes sociais, encontrar por públicos de interesse pelo próprio Google, pesquisas em fóruns de discussão e etc.

Passo 4: Organizando o conteúdo em tópicos: a espinha dorsal do seu E-book

Com a certeza de já ter encontrado o seu público e que poderá realmente criar um E-book que vende, é chegado o momento de você pensar e colocar no papel, tudo o que será abordado, de fato, no seu infoproduto.

O mais recomendado para definir todos os conteúdos que você irá abordar, é que eles sejam divididos em tópicos, que fazem com que você consiga ter uma visão ampla, geral e completa sobre tudo o que você deverá fazer até conseguir chegar ao produto final.

Uma dica útil que podemos dar no momento de definir os temas centrais de cada um dos capítulos que você desenvolverá, é trabalhar com o método de mapa mental: há alguns softwares, como o XMind, que pode facilitar bastante este processo.

Passo 5: Criar um E-book que vende com imagens matadoras

Depois que você definir o conteúdo central de cada capítulo, ou seja, aquilo que será escrito basicamente em formato de tópicos, pode ser chegado o momento de definir qual será a linha gráfica e visual que você utilizará durante todo o trabalho.

Criar um e-book que vende

Ilustrações, desenhos, figuras e imagens: vale tudo para criar um e-book que vende.

Para isso, você pode contar com a ajuda de profissionais freelancers para ilustrarem a sua obra depois de produzida, ou mesmo, você pode começar a realizar as pesquisas de imagens que estejam relacionadas aos principais temas.

Além das imagens propriamente ditas, é neste momento que você pode definir se utilizará gráficos, tabelas e quaisquer outras formas de comunicação visual.

O mais indicado é que você tenha conseguido criar bem a identidade visual do seu E-book ainda mesmo antes de começar a escrever todo o texto propriamente dito.

Passo 6: Escrevendo o conteúdo: o coração do seu E-book

Agora é a hora de colocar todas as suas ideias no papel, tudo aquilo que você tem a passar às pessoas que realmente se interessarem pelo conteúdo que você tem a oferecer.

E criar um E-book que vende é impossível sem um texto bem escrito, que prenda a atenção do leitor, faça com que ele tenha vontade de seguir a leitura a cada nova página e, mais do que isso, sinta-se instigado a indicar o seu E-book para os seus contatos.

Criar um e-book que vende

Fazer um texto muito bem escrito é fundamental para criar um e-book que vende e que é indicado por outras pessoas.

Escrever o conteúdo dará bastante trabalho e, provavelmente, será a etapa mais demorada em criar um E-book, no entanto, produzir um texto muito bem escrito para assegurar a qualidade do seu projeto, pode ser entendido como um fator fundamental para o sucesso desta empreitada.

Passo 7: O layout é a alma do projeto para criar um E-book que vende

O layout é a combinação entre todas as imagens, textos e representações gráficas que você colocará no seu E-book. Ou seja, preparar o layout é o processo mais importante do seu E-book e aquilo que vai definir se ele será realmente bom ou não.

Colocar todos os textos e todas as imagens que você encontrou de forma que fique clara, facilite a leitura, e seja convidativo a cada página, não é uma tarefa nada fácil, mas com o auxílio de profissionais freelancers ou softwares específicos para criação de E-book, você pode começar a tirar este seu projeto do papel e passá-lo direto para as telas: seja dos computadores ou dos smartphones.

E antes de seguir com a leitura deste passo a passo para criar um e-book que vende, conheça abaixo outras três formas de ganhar dinheiro com a internet:

Como criar um curso online do zero: 10 dicas

Como ganhar dinheiro com blog por visitas

7 dicas para vender workshop pela internet

Passo 8: Publicando o seu E-book

Para realmente começar a vender o seu E-book, é indispensável que ele esteja publicado em sites que sejam capazes de fazer isso.

E no mercado atual, você tem diversas opções de sites para publicação de infoprodutos, sendo que o Hotmart é o maior deles, e aquele que consideramos ser indispensável para que o seu infoproduto esteja publicado em um site de grande visibilidade no mercado de infoprodutos.

Passo 9: Vendendo o seu E-book

Por fim, mas nenhum pouco menos importante, você deve encontrar formas de divulgação para o seu E-book, afinal, não adianta apenas que ele esteja publicado nos principais sites de infoprodutos, as pessoas precisam saber que ele existe e, para isso, você deve divulgá-lo.

Seja nas redes sociais, através do Facebook, Instagram, Linkedin, Twitter e o que mais você achar adequado, ou por e-mail marketing, por cartazes colados na rua, por e-flyer, por criação de um site específico, enfim, atrelado ao E-book, você deve ter um planejamento de marketing, que indique como e por quais ferramentas que ele será divulgado.

Criar um e-book que vende

As redes sociais poderão ser as suas aliadas mais potentes no momento de criar um e-book que vende.

Com tudo o que vimos, pode-se dizer que criar um E-book que vende é apenas o primeiro passo para o trabalho realmente começar a gerar receita para você e, para que isso aconteça, é preciso que ele seja muito bem produzido e, ainda mais, ele precisa ser bem divulgado aos seus públicos de interesse para que finalmente você possa ganhar dinheiro com infoprodutos, como muitas pessoas já vêm fazendo.

Agora que você chegou até aqui, deixa a gente te mostrar um vídeo incrível do criador do movimento freesider, o Fagner Borges, onde ele mostra a você o que você pode fazer com sua expertise…

Como ter liberdade com a internet