Eliminar procrastinação: o que já foi dito e o que ainda não foi

Você já ouviu o termo procrastinação diversas vezes. Em todas elas, ele está associado à negatividade, à falta de determinação, a desvio de conduta. Eliminar procrastinação é possível? Se sim… como?

Bem… olhando para outro lado. Não se incomode com críticas; em verdade, elas até têm fundamento, mas não é aquele que todos pensam ser. Veja aqui por quê.

eliminando a procrastinação

Eliminar procrastinação é importante, mas veja antes as causas

Antes de se sentir atingido por críticas quando deixa de desenvolver alguma tarefa – seja ela importante ou não -, pense que dificuldades de cumprir agendas são mais passíveis de atenção do que você imagina, mais do que as próprias críticas.

A Psicologia aliada à tecnologia vêm elevando a profundidade de descobertas importantes no terreno do comportamento. Posturas que há poucas décadas eram massacradas na sociedade, hoje são estudadas e – se não justificadas – compreendidas.

Um caso emblemático é o da tristeza, que até pouco tempo era considerada mal momentâneo. Atualmente, as prateleiras de farmácias estão repletas de drogas de combate à depressão, um dos grandes motivos atuais para essa postura.

É claro que há as devidas proporções entre observações referentes à depressão e procrastinação a serem consideradas. Apesar delas, considere as possibilidades de haver alguma relação entre ambas.

O que é procrastinação

O número de definições muito semelhantes entre si para a palavra procrastinação é grande: adiamento de tarefas, deixar alguma coisa trás, retardar uma ação e muitas outras. Todas elas feitas em cima da ideia crítica a comportamentos.

Talvez a melhor definição seja a encontrada no site Wikipedia, pois se mostra menos arrogante. Trata-se daquela inapetência para dar continuidade a qualquer ação, tarefa, atividade.

E é aí que está a base das críticas alheias. Muitos encaram essa predisposição a retardar determinada ação – ou seja, procrastinar – como preguiça, falta de vontade. No meio corporativo, é vista como falta de comprometimento com projetos. Eliminar procrastinação de sua vida é, via de regra, obrigação perante a sociedade.

Anabela Silva Baptista, pesquisadora e estudiosa portuguesa do comportamento humano, diz que procrastinação é um fenómeno complexo que abrange múltiplos fatores, nomeadamente fatores sociais, cognitivos e afetivos”. A contar por nossas próprias pesquisas, ela tem razão.

Fatores sociais se referem justamente às críticas alheias, que dificultam relacionamentos; os cognitivos tratam de o procrastinador tender a diminuir ou limitar sua própria percepção de situações e as encarar como problemas grandes; os afetivos interferem na maneira como o procrastinador expõe suas carências.

Por que eliminar procrastinação

Você deve ter percebido que, de certa forma, nós nos preocupamos em inserir neste discurso caráter de compreensão em relação ao comportamento procrastinador das pessoas. E percebeu bem. Eliminar procrastinação é muito importante, mas nem sempre é forte motivo para tantas críticas.

Nossas pesquisas nos levam a entender que a procrastinação pode ser efeito de alguma espécie de desconforto psicoclínico. Ou seja, não é causa de comportamento, mas indício de que algo não anda bem.

E esse é o motivo principal pelo qual se deve combater, eliminar a procrastinação de sua vida. Outros motivos são as dificuldades sociais e os conflitos de situação que o procrastinador enfrenta.

Afinal…

Compreender procrastinação não é aceitá-la

Procrastinação acarreta problemas na vida. E de todos os tipos. É necessário combatê-la para adquirir estado emocional adequado, com elevação do nível de bem-estar e autoestima. O próprio de conseguir eliminar procrastinação já é, por si, alento para o próprio ego.

A dra. Fuschia M. Sirois é professora no Departamento de Psicologia da Universidade Bishop’s, além de ocupar outras funções importantes. Ela geriu pesquisas que identificaram algumas causas para esse estado:

  • Estresse

O cérebro estressado reage de diversas maneiras a essa condição a fim de buscar meios de melhoria. Uma delas é adiar gastos de energia com atividades rotineiras

  • Transtorno de Déficit de Atenção

Esse distúrbio impede que seu portador assimile a real importância de determinada tarefa. É fácil, assim, deixar para amanhã o que se pode fazer hoje 

  • Autoconfiança em demasia ou falta dela

A mente exageradamente autoconfiante fantasia que pode fazer tudo a qualquer tempo. Portanto, ignora eventuais dificuldades para desenvolver tarefa e adia a execução.

Já a mente sem autoconfiança adia a execução como mecanismo de defesa ao se perceber incapaz de desenvolver determinada atividade. 

  • Distúrbios alimentares

Nutricionistas conhecem o poder dos alimentos sobre o organismo humano. Vão muito além de simplesmente produzir sensação de fome ou saciedade ou ainda comprometer a saúde. Alimentos produzem substâncias que agem no cérebro que, por sua vez, altera comportamento.

Uma dessas alterações pode ser a procrastinação. 

  • Vício

No frigir dos ovos, procrastinar pode ter se transformado em vício. O cérebro humano tem grande capacidade de se adaptar a qualquer situação. Qualquer!

Ei! Eis aqui algumas dicas importantes para você melhorar seu desenvolvimento pessoal…

1 – Descubra como elevar o seu desenvolvimento pessoal

2 – Descubra 7 formas de como manter a motivação pessoal

3 – Os 7 segredos da alta performance

Dicas de como eliminar a procrastinação

Uma vez conhecida a causa, fica mais fácil combater o efeito. A melhor maneira de combater esse comportamento é descobrindo suas nascentes.

  • Observação

Observe atentamente as causas acima. Uma delas pode ser o elemento a ser combatido e eliminado.

Caso nenhum dos quatro primeiros itens acima seja causador do estado de procrastinação, é hora de combater o quinto item. O vício de procrastinar. Veja abaixo como fazer isso.

  • Exercício do comprometimento

Como dito acima, o cérebro se habitua a situações diversas. E é plenamente exercitável.

Aprenda a se comprometer com pequenos exercícios. Inicie por envolvimento com situações sem interesse aparente: tomar um copo de água em determinado horário, ler páginas de livros diariamente, fazer yoga por cinco minutos, contar até 1000 sem se deixar interromper, meditar por cinco minutos diariamente e etc.

São pequenos compromissos que vão preparando sua mente a aceitar grandes eventos.

  • Desabituar-se

É possível condicionar a mente a perder algum hábito. Inicie também pelos mais simples: roer unhas, estalar os dedos, passar a mão nos cabelos, alimentar-se diante da TV etc.

Aos poucos, a mente vai percebendo que é capaz de muita coisa.

  • Modifique seu espaço

Você certamente já ouviu falar que as pessoas se acostumam tanto com um móvel que percebem sua presença/ausência somente quando alguém altera sua posição ou o retira do ambiente. Isso é normal à mente humana.

Altere constantemente o ambiente em que trabalha e/ou vive. Isso tornará sua percepção sensorial mais ativa, o que vai provocar alteração de comportamento.

  • Contrarie vícios

Se parar para olhar, vai perceber que sempre inicia o banho pelo mesmo braço, abre gavetas com a mesma mão, dirige pelos mesmos caminhos, acaricia seu animal de estimação do mesmo jeito.

Faça algo que sempre faz de maneira diferente: abra gavetas com os joelhos, apanhe objetos do chão com os dedos dos pés, vá trabalhar por caminhos diferentes etc.

Isso incentiva áreas cerebrais diferentes que possam ter estado inativas por longo tempo. Essa técnica é benéfica inclusive para minimizar efeitos de outros distúrbios, portante saia de sua zona de conforto.

Finalmente, meça seu nível de procrastinação

Deixamos este assunto para o fim deste discurso para chamar sua atenção aos assuntos anteriores, pois são realmente importantes. Entretanto, convém identificar o nível que procrastinação de seu dia a dia.

Nem sempre adiamentos são exemplo de procrastinação. Às vezes, é necessidade situacional.

Determinada tarefa pode depender de atuação de terceiros; equipamentos podem interferir no tempo de execução; a tarefa pode não ser realmente importante etc. Nesses casos, a procrastinação é simples expressão de seu poder de decisão. Nada mais!

Portanto, esteja sempre aberto a análise das situações. Os êxitos que você eventualmente não tenha conseguido ultimamente podem depender muito dessa análise.

Às vezes, podem ser conseguidos com atitudes simples do dia a dia.

Como ter liberdade com a internet