O que é, e como deixar de ser um workaholic?

Atualmente, há uma tendência que dita que você precisa trabalhar árdua e excessivamente para se transformar em alguém de respeito ou para que o seu negócio possa prosperar.

Então, parece que quem está comprometido com a sua carreira deve passar finais de semana e feriados dentro do escritório fazendo planejamentos, relatórios e reuniões. Cuidado, você pode ser um workaholic…

trabalho

Você precisa parar imeditatamente de ser um workaholic, e encontrar um meio termo. 

De fato, o ditado que indica que o “sucesso só vem antes do trabalho no dicionário” é bastante real, só que há uma grande distinção entre ser alguém produtivo, comprometido e extremamente dedicado para um profissional que entende que sua vida se resume ao trabalho e se entrega totalmente ao serviço, o famoso workaholic. Mas, como podemos caracterizar o workahilic?

O que é um workaholic?

O workahilic, tradução viciado em trabalho, é alguém que se define unicamente pela sua profissão. Alguém que está refém de suas atividades profissionais e se sente incompleto fora do seu serviço. Basicamente, é alguém que dedica integralmente a sua existência para um cargo ou empresa.

O que é um workaholic?

O que é um workaholic?

Como todo vício, ser um workahilic não se trata de algo totalmente saudável, uma vez que todas as pessoas necessitam de descanso, lazer e contato com amigos, familiares e entes queridos. Hoje em dia, está cada vez mais em voga a preocupação em trabalhar para viver e não apenas viver para trabalhar.

De maneira resumida, como podemos caracterizar o workahilic? Simplesmente, como alguém que vive para trabalhar e nada mais.

Sintomas de um workaholic

É possível perceber se alguém conhecido ou mesmo se você está se viciando em trabalhando através de alguns workaholic sintomas.

workaholic

Sintomas de um workaholic

Normalmente, alguém que só se vê realizado no serviço fica até tarde todos os dias, inclusive quando não tem nada para fazer. Mas, este é apenas um dos sintomas, confira os outros:

1 – Improdutividade

Se o expediente não rendeu da maneira esperada, o workaholic também se sente improdutivo e incapaz. Só que ao invés de descansar e recuperar o tempo perdido no dia seguinte, ele se compromete a trabalhar mais ainda. Agindo totalmente contra com alguns princípios de produtividade.

2 – Falta de foco

É uma pessoa sem foco

Workaholic não tem foco

O viciado em trabalho está sempre fazendo alguma coisa sem ter certeza do que está realizando. Isso acontece porque os seus objetivos não são claros e há uma evidente falta de foco em suas atividades.

3 – Antissocial

O workaholic não entende a necessidade de encontrar um tempo para relaxar, recuperar as energias ou apenas se divertir. Ele dispensa os convites sociais e garante que está ocupado demais para qualquer programa. E essa característica pode ser extremamente preocupante e resultar em problemas de saúde.

4 – Estagnação

Mesmo trabalhando muito e todos os dias, esse tipo de trabalhador não consegue dar o salto profissional que tanto deseja, se sente estagnado e se enterra ainda mais no próprio trabalho antes de fazer uma analise de sua situação.

5 – Vive para trabalhar

O workaholic não consegue enxergar que o ambiente em sua própria casa está péssimo pela sua ausência e pela falta de tempo de qualidade com companheiro (a), filhos, familiares e amigos. Ele só consegue pensar no trabalho e se dedicar as atividades laborais, enquanto as pessoas a sua voltam nunca estão entre as suas prioridades.

E uma outra coisa que pode te ajudar são alguns conteúdos mais abaixo…

1 – 7 dicas para quem quer fazer uma mudança de carreira

2 – Descubra 7 formas de como manter a motivação pessoal

3 – Descubra como elevar o seu desenvolvimento pessoal

Qual tratamento para um workaholic?

Fica evidente que se a pessoa apresenta estes sinais necessita tomar alguma medida e mudar radicalmente a sua rotina. Por isso, se considerar que se trata de um individuo que não tem total controle de suas resoluções é possível enxergar o workaholic, pelo menos, como uma pessoa problemática.

workaholic

Entenda o conceito de workaholic

Nos dias de hoje, já há algumas clinicas de descanso e até mesmo uma associação com tratamento para workaholic nos Estados Unidos. Às vezes, uma pessoa pode sentir a necessidade de se refugiar de todos os compromissos e passar um período para se recuperar deste esgotamento mental.

Mudança de comportamento é essencial

No entanto, modificar algumas ações também pode ser um ótimo primeiro passo para se livrar deste problema da vida moderna. Portanto, o workaholic precisa compreender que está com algumas dificuldades de equilibrar seus compromissos profissionais com o restante de sua vida.

Desta maneira, é essencial achar uma solução para acabar com seu trabalho excessivo e uma excelente alternativa é aprender a delegar tarefas. Com essa postura, o profissional terá muito mais tempo disponível, abrirá novas vagas de trabalho e obterá uma melhoria considerável em sua qualidade de vida.

Portanto, faça uma avaliação de todos os aspectos de sua vida, prepare uma equipe para ajudá-lo no que for preciso, valorize a capacidade das pessoas ao seu redor, confie em seus desempenhos e comece a se libertar deste cotidiano tão estressante.

Senão, você se transformará em um escravo de sua própria profissão e pode desenvolver sérios problemas de saúde.

Série Workaholics

O termo workaholic se tornou tão famoso que ganhou uma série de televisão nos Estados Unidos para tratar desta temática. Com 76 episódios divididos em 6 temporadas, o seriado Workaholics conta a história de Blake Anderson, Adam DeVine e Anders Holm, três amigos que moravam juntos durante a faculdade.

Série workaholic

Protagonistas da série Workaholics

No entanto, uma confusão faz com que o trio seja expulso da instituição de ensino. Logo depois, eles seguem vivendo na mesma casa e decidem trabalhar juntos em uma companhia de telemarketing. No entanto, o nome da série não passa de uma piada.

Afinal, os três protagonistas fazem de tudo menos trabalhar. Os episódios utilizam a casa e o espaço compartilhado pelos três amigos como cenários para todas as tramas. Neste contexto, Blake é o excêntrico, Adam é o impulsivo e Anders é o mais responsável da turma.

Ficou interessado no seriado? Confira o trailer da 1ª temporada de Workaholics

Fica evidente que o conceito de merecimento não combina totalmente com a ideia de virar um workaholic.

Você deve se dedicar a sua carreira, se comportar de maneira profissional durante o horário de trabalho, se especializar freqüente e cumprir com os prazos solicitados e se sentir realizado ao fim da jornada de trabalho.

Contudo, a sua vida precisa ser mais do que apenas o que você faz. É necessário balancear os seus compromissos, aprender a relaxar nas horas certas e também a falar sério nos momentos adequados. Equilíbrio é o ideal.

Como ter liberdade com a internet