Zona de Conforto: como saber se você está preso nela?

Devido a crise financeira, a instabilidade na política nacional e a taxa de 14 milhões de desempregados em todo o Brasil, é comum que o cidadão se apegue a sua rotina e se sinta relativamente conformado com um emprego com carteira assinada. Será que isso se trata de uma zona de conforto?

Basicamente, a zona de conforto se caracteriza pela falta de desafio ou de renovação no seu cotidiano. Apesar da maioria das pessoas associar esse período de estagnação a sua carreira, também é recorrente vivenciá-lo nas suas relações amorosas e amigáveis.

zona de conforto descobrir

Aprenda formas para descobrir se você atravessa uma zona de conforto na sua carreira ou vida pessoal

Mas, como identificar que você está preso neste ciclo vicioso? Confira algumas dicas para perceber esse estado critico!

Como identificar uma zona de conforto?

Existem algumas formas de compreender se é preciso fazer uma mudança significativa no seu ambiente de trabalho ou doméstico. Não se trata de abandonar a sua comodidade, mas de redescobrir a vontade de passa por novas experiências.

1 – Síndrome do domingo à noite

Esta pode ser a maior prova de que você está terrivelmente insatisfeito com o seu cargo. Você se sente deprimido domingo a noite ao se dar conta de que terá que trabalhar em poucas horas?

desanimo domingo a noite

Síndrome do Domingo a Noite pode ser um sintoma clássico de desânimo com o trabalho

Se essa sensação ocorre vez ou outra, está tudo bem! Mas, se é um sentimento extremamente presente e a cada semana está mais difícil “sobreviver” até o fim de semana, esta é a prova de que algo precisa ser modificado.

2 – Resistência ao novo

Este sintoma pode valer tanto para o seu cotidiano de trabalho quanto caseiro. Quando foi a última vez que você arriscou fazer algo totalmente novo?

Caso você esteja recusando novas atividades com os amigos, conhecer novos destinos e/ou utilizar novas ferramentas no serviço, é mais do que claro a permanência em uma zona de conforto.

Agora, antes que você siga para o próximo tópico, deixa a gente dicas para mudar a sua rotina para melhor agora mesmo, dá uma olhada:

1 – Liberdade de Tempo: 6 passos para você conseguir ter

2 – Medo da Mudança: 8 dicas para você superar

3 – Qual o segredo para ter tempo, dinheiro e total liberdade?

3 – Está mal, mas nem tanto!

Sabe quando você acha que a situação está problemática, mas não faz nada para melhorar? Isso pode significar a sua entrada em uma zona de conforto a respeito de seu desempenho no trabalho e na qualidade de seus relacionamentos.

relacionamento insatisfatório

Manter um relacionamento insatisfatório também pode ser sinal de estar em uma zona de conforto

Você se contenta em um salário que não supre todas as suas necessidades, mas não se esforça o suficiente para lutar por uma promoção ou procurar uma forma alternativa de renda.

Você mantém amizades e relacionamentos com pessoas que não tem tanto a ver ou que não lhe chamam tanto a atenção por receio de se sentir sozinho ou apenas por tolerar a situação. Ou seja, só vai levando.

4 – Parar de se importar

Este é o sinal mais perigoso de que você está aprisionado em um ciclo vicioso em seu local de trabalho ou afetivo e não sabe como se liberar de uma vez. Então, você deixa de se importar com as frustrações e a falta de perspectiva,

A partir daí, você vai passando por dias, semanas e meses sem vivenciar cada momento, explorar o seu potencial e gostar realmente de estar na companhia de alguém. Basicamente, este é o momento de ligar o sinal vermelho!

Como se livrar da zona de conforto definitivamente?

Algumas vezes, você tende a acreditar que o seu cotidiano está totalmente entediante e que a sua carreira e/ou relacionamento não está indo a lugar algum. Esse descontentamento eventual é bastante natural, só não deixe se transformar em algo frequente.

aprenda a se livrar da zona de conforto

“Se hoje fosse o seu último dia, você estaria feliz por fazer o que precisa fazer? Se a resposta for não por muitos dias, você deve mudar algo urgentemente” – Steve Jobs

Em um discurso na Universidade de Stanford, o genial Steve Jobs sugeriu um teste muito simples para se conscientizar da existência da zona de conforto: “se hoje fosse o seu último dia, você estaria feliz por fazer o que precisa fazer? Se a resposta for não por muitos dias, você deve mudar algo urgentemente”.

Simples, não é? Bastante reencontrar o que desperta a sua paixão no trabalho, no seu tempo livre e até mesmo no envolvimento com amigos, familiares e interesses amorosos.

1 – Retome os seus passatempos prediletos

Há quanto tempo você não faz algo que gosta? Você pode voltar a frequentar o cinema, um bom livro, assistir a um show musical, ver uma peça de teatro, sair para dançar, correr na praia, fazer uma trilha ecológica ou qualquer coisa que lhe dê algum prazer genuíno.

2 – Pratique atividades físicas

Os exercícios físicos são excepcionais para manter a sua saúde física e mental, uma vez que desafiar os seus próprios limites também pode render uma melhora considerável no seu humor.

atividade física ajuda zona de conforto

Atividade física ajuda significativamente para sair da zona de conforto

Trinta minutos de atividades físicas de seu agrado podem fazer maravilhas pelo seu corpo, seu cérebro e lhe tirar totalmente da zona de conforto. Pedale, nade, corra, jogue futebol ou passe a fazer uma modalidade que sempre chamou a sua atenção, só que faltava vontade para dar o primeiro passo.

3 – Avalie a sua carreira

Como está a sua carreira nos dias de hoje? Você está em um estágio profissional abaixo do esperado? Caso esteja, será que está realizando o suficiente para promoção? Reflita a respeito de sua produtividade nas suas funções laborais atuais.

Sempre existe algo que pode ser realizado para aumentar o seu rendimento, melhorar o seu relacionamento com os colegas a sua volta e pesquisar sobre as novidades de seu setor.

4 – Dê o primeiro passo rumo ao sucesso

Quando você nota que está na zona de conforto, basta o primeiro passo para mudar tudo ao seu redor e descobrir o caminho até o sucesso. Depende muito da determinação e a ousadia em tomar as decisões necessárias.

Será que não está na hora de procurar por uma vaga que lhe conceda realização profissional? Será que este não é o momento ideal para começar o seu próprio negócio? Não é preciso atropelar nada, você só deve tomar a iniciativa e estruturar um plano que lhe conduza de um ciclo vicioso para um ciclo virtuoso.

Como ter liberdade com a internet