O melhor da Suíça: está tudo bem aqui

Está pensando em fazer uma viagem para a Europa? Que tal conhecer a Suíça? Uma boa ideia, não? Pois é, mas antes de procurar as passagens, arrumar os passaportes e fazer as malas, venha com a gente conhecer o melhor da Suíça e encontre lugares do país que você pode visitar.

Podemos te garantir que quando você sair desse conteúdo, o mínimo que você vai ter é um roteiro incrível para sua próxima viagem, que sem dúvidas vai ser para Suíça.

O melhor da Suíça

Quando falamos em Suíça, as primeiras coisas que vêm em nossa cabeça é: chocolate e alpes…

Então, se segura aí, porque o que está por vir vai te deixar de queixo caído… Preparado(a)? Então segue com a gente até o final…

Os Alpes Suíços

Vamos começar a nossa lista sobre o melhor da Suíça com os famosos Alpes Suíços. Eles correspondem a 65% do país, concedendo picos de altura elevada e regiões cobertas por neve à Suíça.

alpes suíços - o melhor da suíça

Os Alpes fazem parte do que é considerado o melhor da Suíça

Além de curtir um baita de um friozinho, este que é um dos principais pontos turísticos da Suíça oferece opções de atividades como esquiar, fazer escaladas a pé em grupo com acompanhamento de guia, subir montanhas, conhecer cachoeiras, lagos cristalinos e montanhas de gelo. Existe até mesmo uma piscina pública no local!

Para quem prefere um roteiro mais tranquilinho, os Alpes Suíços também contam com spas, resorts, chalés em vilarejos e restaurantes.

Interlaken

O melhor da Suíça também inclui Interlaken, uma cidade localizada em meio aos Alpes Suíços, que fica entre dois lagos, onde é possível chegar de trem. Ela fica no centro da Suíça, a duas horas de distância de Zurique.

O local conta com lojas especializadas em queijos e chocolates suíços, entretanto, a gastronomia não é a única atração do lugar.

Por lá tem a Top of Europe, que é a estação de trem mais alta do mundo, que oferece uma bela vista panorâmica dos Alpes e dos países que ficam ao redor. A 20 metros abaixo da plataforma do mirante da estação está o Ice Palace, um palácio de gelo que foi realmente cavado a partir de um bloco de gelo.

No local, também é possível dar passeios às margens das águas verdes do Rio Aare, conhecer suas lojas na Avenida Höheweg, caminhar em um parque florido de áreas verdes e passear de barco no Lago Brienz, por exemplo.

Zermatt

Em Zermatt, que está localizada na região Sul da Suíça e fica próximo da Itália, é possível esquiar e praticar snowboard. Mas não é só isso que o local oferece: é possível fazer passeios de trem e bonde, conhecer altas e verdes montanhas, deques e torres de observação.

Uma vantagem do local é que se trata de uma estação de esqui menos lotada de pessoas que Interlaken, o que o coloca como mais atrativo para pessoas que não gostam de passeios muito movimentados.

zermatt - o melhor da suíça

Zermatt é apontado como um lugar menos movimentado que Interlaken

Além dos passeios aventureiros e esportivos, o melhor da Suíça em Zermatt também inclui tomar chocolate quente em uma chocolateria localizada na região central, passear em uma espécie de furgãozinho elétrico – já que carros não entram no lugar – e jantar cedo em um restaurante de comida suíça.

Antes de você seguir para o próximo tópico, permita-nos te apresentar alguns outros países incríveis que você precisa conhecer…

1 – Os melhores destinos da França

2 – Conheça agora os melhores pontos turísticos do Equador

3 – Conheça agora os melhores destinos do Canadá

Lucerna

Localizada no norte do país, Lucerna é considerada a porta de entrada para a Suíça. Ela tem aproximadamente 75 mil habitantes, mas recebe todo ano em torno de 2 milhões de visitantes. O fato do local receber tanta gente já é um indicativo de que por lá também é possível encontrar o melhor da Suíça, não é mesmo?

Pois bem, Lucerna é chamada de cidade da cultura, fica às margens do Lago Lucerna, conta com ruas estreitas e floridas, possui diversos prédios históricos, montanhas com topos cobertos de neve, pontes cobertas, teleféricos e torres.

lucerna - o melhor da suíça

Lucerna mostra que o melhor da Suíça também inclui turismo histórico e cultural

Além disso, por lá ainda é possível conhecer muralha construída em 1331 que encontra-se praticamente intacta, o monumento do Leão Ferido em homenagem a soldados suíços mortos, o Centro de Convenções e Cultura de Lucerna que abriga um museu de arte e o Museu Suíço do Transporte.

Ou seja, Lucerna oferece ao turista tanto passeios na natureza quanto um turismo cultural e histórico.

Berna

Uma lista sobre o melhor da Suíça também deve incluir a sua capital, a cidade de Berna. Uma vez que estiver lá, vale a pena conhecer o seu centro histórico, com ruas estreitas e intactas do mesmo modo desde os séculos XII e XV.

berna - o melhor da suíça

Berna, a capital da Suíça

Para quem curte história, também vale a pena conhecer as onze fontes de água de Berna, que datam do século XVI. Detalhe: cada uma delas representa uma história diferente. Outro passeio que pode ser feito na cidade é na chamada Clock Tower, uma torre construída entre 1218 e 1220, que conta com um relógio astronômico.

Outra bela construção da cidade é a Casa do Parlamento, construída entre 1852 e 1902. Berna também conta com uma catedral em estilo gótico e com um parque chamado Bear Park, onde é possível encontrar ursos de verdade à beira do Rio Aare.

Falando no Rio Aare, é possível nadar em suas águas de cor viva ao visitar Berna durante o verão europeu.

Outras opções de passeios na cidade são os museus de história e de arte, a casa onde o cientista Albert Einstein viveu e o Rosengarten, um jardim com 220 tipos de rosas.

Roteiro de sete dias para aproveitar o melhor da Suíça

Para te ajudar a aproveitar o melhor da Suíça, a gente encontrou um roteiro de sete dias de viagens no país. Ele foi elaborado originalmente pelo Viagens Cinematográficas. Confira:

Dia 1: Chegar em Zurique e pegar trem para Lucerna (dormir em Lucerna).

Dia 2: Lucerna (dormir em Lucerna).

Dia 3: Berna e pegar trem para Interlaken (dormir em Interlaken).

Dia 4: Interlaken e pegar trem para Zermatt (dormir em Zermatt).

Dia 5: Zermatt (dormir em Zermatt).

Dia 6: Trem Glacier Express e Zurique (dormir em Zurique).

Dia 7: Zurique e final da viagem.

Outros passeios na Europa

Além de conhecer o melhor da Suíça, você também tem vontade de visitar o resto da Europa? Que tal fazer isso como um mochileiro? Então confira as nossas dicas de como ser um mochileiro na Europa. Ou então, você explorar outros continentes, como: 7 dicas de como ser um mochileiro na Oceania.

Bem, por hoje é só! Esperamos muito que você tenha gostado de nosso conteúdo de forma geral, e se isso for um fato, compartilhe com seus amigos. Ou então, deixe um comentário mais abaixo…

Agora, assista esse vídeo incrível que encontramos sobre como são as “favelas” suíças…

Como ter liberdade com a internet
[data-image-id='gourmet_bg']
[data-image-id='gourmet_bg']
[data-image-id='gourmet_bg']
[data-image-id='gourmet_bg']
[data-image-id='gourmet_bg']
[data-image-id='gourmet_bg']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']
[data-image-id='gourmet']